Como Cuidar das Crianças em Época de Pandemia | 5 Passos Simples

Conheça os cuidados básicos para protegê-las de forma preventiva, CONFIRA!

Nós vivemos atualmente um momento em que é necessário saber como cuidar das crianças em época de pandemia.

Pode parecer estranho (e de fato é!), mas precisamos entender como ter esse tipo de cuidado para prevenir os mais novos de se infectarem com o novo coronavírus.

Apesar do fato de que a Covid-19 é mesmo mais letal para os mais idosos e com comorbidades, a verdade é que ninguém está a salvo dela.

Basta uma pequena pesquisa na Internet para ler sobre casos muito tristes de crianças que faleceram por causa do vírus.

Além disso, ainda estamos estudando a extensão das consequências negativas da Covid-19.

Talvez algumas crianças possam levar sequelas para a vida toda.

Portanto, é essencial evitar a contaminação e não cair no papo de que a doença não é séria.

E aí, quer saber como cuidar das crianças em época de pandemia? Então siga a leitura do artigo abaixo!

🔴 Veja Também: Curso de Amamentação Online Para Gestantes e Lactantes

Como Cuidar das Crianças em Época de Pandemia
Como Cuidar das Crianças em Época de Pandemia

Como Cuidar das Crianças em Época de Pandemia em 4 Passos

Pratique medicina preventiva

Com a superlotação dos hospitais, o ideal é evitar ter de ir ao pronto-socorro por alguma emergência.

Crianças têm maior propensão a ficar doente e a medicina preventiva irá ajudá-las com doenças menores.

Por exemplo, comidas ricas em Ômega 3 como o salmão são anti-inflamatórias naturais e podem resolver cólicas intestinais, alergias e outras irritações.

Folhas verdes escuras são ricas em cálcio e fortalecem o sistema imunológico.

Alguns chás também fortalecem as defesas como chá de alho, e outros, como o boldo, fortalecem o estômago e o fígado.

Lembre-se de consultar um especialista antes de oferecer chás às crianças, pois alguns só podem ser consumidos depois de adulto.

Cuide do corpo e da mente

Crianças são ativas e curiosas por natureza.

Não poder sair pode ser angustiante para elas, já que não podem queimar toda a energia que produzem.

Para lidar com esse problema, planeje uma rotina de exercícios diários para a família toda.

Comece com alongamento, e então alguns exercícios para gastar energia, como agachamento, polichinelo, e corrida, quando houver espaço.

Fazer alguns circuitos em casa ajuda a tornar o exercício divertido e distrai a mente também.

Para combater a depressão, instigue a curiosidade de suas crianças.

Você pode incentivá-las a ler, assistir filmes, jogar videogame com história e jogos de tabuleiro para toda a família.

O importante é ter atividades variadas e novidades para distrair do tédio.

Tenha atenção com a higienização de tudo

Nem sempre dá para ficar 100% do tempo em casa.

Às vezes, a criança vai para um exame de rotina no pediatra, por exemplo.

É claro que o ideal é evitar sair mesmo e ficar o máximo de tempo dentro de casa, mas vez ou outra será obrigatório sair.

Quando isso acontecer, tenha uma boa rotina de higienização.

Além de usar máscaras e luvas, as crianças devem tirar a roupa infantil que usam assim que entrarem em casa e irem para o banho imediatamente.

Seus sapatos devem ser limpos, bem como sacolas ou malas que foram para a rua também.

Use a chamada com vídeo para manter os amigos próximos

Ficar em casa pode ser solitário para adultos e crianças.

Infelizmente, neste momento, não é recomendado sair para fazer atividades com outras pessoas.

A boa notícia é que a chamada com vídeo tem sido cada vez mais utilizada, e com isso, muitos recursos se tornaram disponíveis em aplicativos recentes.

Incentive suas crianças a ligar para a família, conversar com amigos e fazer atividades juntos.

É possível jogar videogame online com os colegas, assistir filmes com compartilhamento de tela, gravar vídeos, e o que a imaginação delas criar.

Eduque as crianças a entenderem que a companhia é a mesma, independentemente da distância e das circunstâncias, e elas passarão a conversar mais e criar novas experiências pela chamada com vídeo.

Só envie para as aulas depois da vacina

A tendência de muitos pais é retornar com as aulas presenciais nas escolas.

No entanto, como pouco tempo deu para mostrar, essa é uma péssima ideia.

Afinal de contas, não tem como esperar que as crianças sigam as normas de segurança e higienização.

Se nem adultos seguem, quanto mais os mais jovens, não é mesmo?

Por isso, não corra riscos desnecessários.

Basta o filho de outra pessoa cometer um deslize e a sala inteira corre o risco de ser infectada, levando a doença para familiares.

Quem mora com bebê ou com os vovós, o risco é muito alto para correr.

O melhor é seguir com a aula à distância, via computador ou celular, do que enfrentar as aulas presenciais e ter a criança doente, bem como algum membro da família mais frágil.

Considerações Finais

E aí, aprendeu como cuidar das crianças em época de pandemia?

Com essas dicas, ficará mais fácil manter os jovens em casa, seguros e protegidos da Covid-19 até chegar o momento da vacinação.

Enquanto isso, é importante ter paciência pois esse é um momento difícil para todos, especialmente para as crianças que não têm muita noção das coisas e não entendem porque não podem sair de casa para brincar.

Gostou das dicas? Achou o artigo útil?

Então compartilhe-o nas redes sociais!

Sobre o Autor

Elivia Teles
Elivia Teles

Elivia Teles, Fisioterapeuta Obstétrica e Facilitadora em Aleitamento Materno. Atendendo gestantes e puérperas em Picos PI. Crefito: 227759-F

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + treze =